EFEITO DA CAPACIDADE DE TROCA TÉRMICA DE UM CHILLER POR CONDENSAÇÃO A AR NO RESFRIAMENTO NA MOAGEM DE PIGMENTOS

  • Ana Paula Alves da Silva
  • Carolina Carolina Resmini Melo Marques
  • Larissa Bento Bortolatto
  • Clauber Roberto Melo Marques
  • Aline Resmini Melo Faculdade Satc

Resumo

Em uma Empresa do Sul de Santa Catarina, onde são produzidas tintas para impressão flexográfica, é necessária uma moagem eficiente e que permita tamanho de partícula menor que 10 µm, para isto são utilizados moinhos de bolas. Na Empresa em estudo existem três moinhos de bolas em operação e um chiller para resfriamento. Devido ao aumento de produção, a seguinte pesquisa teve como objetivo a verificação da possibilidade de implantação de mais moinhos considerando o chiller atual. Para que possam ser realizados os cálculos termodinâmicos necessários foram coletados dados do próprio chiller como pressão, temperatura da água na entrada e na saída, bem como a temperatura ambiente no momento da coleta. Com os cálculos executados encontraram-se quatro moinhos como o máximo que o equipamento suporta, isto porque o trabalho realizado pelo compressor ultrapassou seu valor nominal quando em cinco moinhos.

Biografia do Autor

Aline Resmini Melo, Faculdade Satc
Departamento de Engenharia Química
Publicado
2018-08-27
Como Citar
SILVA, A. P.; MARQUES, C.; BORTOLATTO, L.; MARQUES, C.; MELO, A. EFEITO DA CAPACIDADE DE TROCA TÉRMICA DE UM CHILLER POR CONDENSAÇÃO A AR NO RESFRIAMENTO NA MOAGEM DE PIGMENTOS. Revista Vincci - Periódico Científico da Faculdade SATC, v. 3, n. 2, p. 134-157, 27 ago. 2018.
Seção
Engenharias e Tecnologias