BENEFICIAMENTO DE AREIA QUARTZOSA POR GRAVIMETRIA

  • José Elias Maccari Ignácio
  • Guilherme Silva de Souza
  • Pâmela Milak
  • André Luiz Amorim Smaniotto Faculdade SATC - Engenharia de Minas

Resumo

O setor de revestimento cerâmico desempenha papel fundamental na economia catarinense, o estado abriga um dos maiores polos do ramo no Brasil. Colorifícios são indústrias que produzem insumos para a fabricação de peças cerâmicas, e utilizam como principal matéria prima a areia quartzosa. A quantidade de depósitos com características suficientes para uso em colorifícios vem diminuindo, desta maneira torna-se usual a busca por beneficiamentos baratos e eficientes. O objetivo deste trabalho é analisar o desempenho do beneficiamento gravimétrico para a concentração de areia quartzosa. A amostra foi inicialmente caracterizada por meio de distribuição granulométrica, análise química e imantáveis, na sequência utilizou-se calha e mesa concentradora para o tratamento da areia estudada. Os concentrados dos dois equipamentos apresentaram resultados satisfatórios, houve redução de contaminantes em ambos. O melhor resultado foi obtido a partir da calha, utilizando uma percentagem de sólidos de 46,5%, foi alcançado um produto com teor de titânio 49,4% menor que na amostra inicial, ocorreu redução também na quantidade de ferro presente, a diminuição ficou na ordem de 28,9%. Devido a simplicidade de fabricação e operação da calha concentradora, toda redução por ela proporcionada é vantajosa, apresentando-se como uma alternativa viável.

Biografia do Autor

André Luiz Amorim Smaniotto, Faculdade SATC - Engenharia de Minas

Departamento de Engenharia, área mineração. Engenharia de Minas. Tratamento de efluentes. Recuperação ambiental.

Publicado
2021-04-27
Como Citar
IGNÁCIO, J.; SOUZA, G.; MILAK, P.; SMANIOTTO, A. L. BENEFICIAMENTO DE AREIA QUARTZOSA POR GRAVIMETRIA. Revista Vincci - Periódico Científico do UniSATC, v. 6, n. 1, p. 138-158, 27 abr. 2021.
Seção
Engenharias e Tecnologias