ANÁLISE DE VIABILIDADE TÉCNICA DA SUBSTITUIÇÃO DO MATERIAL UTILIZADO NA FABRICAÇÃO DE HELICOIDES COM FINALIDADE NA AVICULTURA

  • Guilherme Mittmann Hahn
  • Fábio Peruch
  • Adelor Felipe da Costa
  • Alexandre Milanez
  • Luiz Carlos de Cesaro Cavaler Membro do Conselho Editorial da Revista Vincci - Periódico Científico Faculdade SATC - Engenharias.

Resumo

A avicultura é uma das áreas do agronegócio que mais cresce no mundo e, principalmente no Brasil, esse crescimento passa pelas melhorias de manejo e cuidados das aves. Dessa forma dada a constante falta de matéria prima em muitos setores, esse trabalho tem como objetivo analisar a viabilidade de substituir aço BS70 utilizado nos sistemas de alimentação automatizados pelo SAE 1045. Para agregar propriedades e avaliar seu comportamento, o SAE 1045 foi submetido a um processo de têmpera aquecido a 850 ºC e resfriado em óleo, e posteriormente executado o revenimento nas seguintes temperaturas: 350 ºC, 400 ºC e 450 ºC. Como parâmetros de comparação entre os materiais, foram analisadas a tensão de escoamento, a tensão máxima de resistência, a tenacidade, a dureza e as características metalográficas. Nas amostras temperadas foram obtidas as melhores propriedades mecânicas, tendo aumento de 63% na dureza e 33% na tensão máxima de resistência em relação ao aço em seu estado de fornecimento.

Biografia do Autor

Luiz Carlos de Cesaro Cavaler, Membro do Conselho Editorial da Revista Vincci - Periódico Científico Faculdade SATC - Engenharias.

Atualmente Coordenador-adjunto do curso de Graduação de Engenharia Mecânica da Faculdade SATC. - Doutor em Engenharia Metalúrgica (UFRGS) - Mestre em Engenharia Mecânica (UFSC) - Graduado em Engenharia Mecânica (UFSC) Fone: (48) 3431-7578

Publicado
2021-12-20
Como Citar
HAHN, G.; PERUCH, F.; COSTA, A.; MILANEZ, A.; CAVALER, L. ANÁLISE DE VIABILIDADE TÉCNICA DA SUBSTITUIÇÃO DO MATERIAL UTILIZADO NA FABRICAÇÃO DE HELICOIDES COM FINALIDADE NA AVICULTURA. Revista Vincci - Periódico Científico do UniSATC, v. 6, n. 2, p. 118-140, 20 dez. 2021.
Seção
Engenharias e Tecnologias