AVALIAÇÃO DA ADERÊNCIA DE TINTAS BRANCAS BASE SOLVENTE EM DIFERENTES SUBSTRATOS UTILIZADOS EM ROTOGRAVURA E FLEXOGRAFIA

Autores

  • Débora De Pellegrin Campos Unisul - Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Kévin Castro Castro Klima
  • Josiane Da Rocha Silvano Das Neves
  • Aline Resmini Melo

Resumo

A indústria de tintas é o sexto maior setor do mundo e possui vários objetivos, onde um deles é a proteção da superfície. A adesão é fundamental para que estes aspectos sejam mantidos. Os processos de impressão, sendo o flexográfico e rotogravura, possuem variáveis que interferem na aderência. A tinta branca é a última a ser aplicada no substrato e assim avaliar a aderência de três brancos em diferentes substratos como PVC (policloreto de vinila) e PET (politereftalato de etileno) se faz necessário para manter os padrões de qualidade. Para a avaliação da aderência é utilizado o método de adesão a tinta básico desenvolvido pela FINAT (Federação Internacional de Fabricantes e Transformadores de Adesivos e Termocolantes em papéis e outros suportes) no qual é possível mensurar quantitativamente e qualitativamente a remoção de tinta. Por meio da metodologia utilizada somente uma das tintas avaliadas apresentou remoção e falta de aderência aos substratos utilizados no estudo e apenas 16,67 % das amostras analisadas apresentaram falta de aderência e somente uma amostra apresentou desprendimento após 48 horas da sua produção. Constatou-se que um dos brancos avaliados apresentou falta de aderência e não tem desempenho satisfatório. Quanto ao método utilizado, apesar de ser manual, apresentou-se satisfatório, sendo possível atingir o objetivo do estudo realizado.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-12-21 — Atualizado em 2022-09-12

Versões

Como Citar

CAMPOS, D. D. P.; CASTRO KLIMA, K. C.; DA ROCHA SILVANO DAS NEVES, J.; RESMINI MELO, A. AVALIAÇÃO DA ADERÊNCIA DE TINTAS BRANCAS BASE SOLVENTE EM DIFERENTES SUBSTRATOS UTILIZADOS EM ROTOGRAVURA E FLEXOGRAFIA. Revista Vincci - Periódico Científico do UniSATC, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 249–267, 2022. Disponível em: https://revistavincci.satc.edu.br/index.php/Revista-Vincci/article/view/247. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Engenharias e Tecnologias