ENTRE SIGNOS E SÍMBOLOS

UMA ANÁLISE SEMIÓTICA DO ÁLBUM TRANQUILITY BASE HOTEL & CASINO DOS ARCTIC MONKEYS

Autores

  • Bruno Gonçalves Bortolatto UniSATC
  • Vanessa Wendhausen Lima UniSATC

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar semioticamente o sexto álbum da banda Arctic Monkeys, intitulado "Tranquility Base Hotel & Casino". A análise visa desvendar os significados por trás dos elementos gráficos presentes no álbum. Para isso, utiliza-se o estudo da semiótica do filósofo Charles S. Peirce e sua relação com o design gráfico. A metodologia adotada para conduzir os estudos é baseada na análise semiótica proposta por Silva (2022), proporcionando uma base sólida para condução dos estudos. Ao explorar os temas abordados no álbum, é possível constatar a conexão dos signos presentes com o conceito desenvolvido pelos músicos da banda, além de compreender como o design é capaz de construir significados e contar histórias por meio dos elementos utilizados.

Biografia do Autor

Vanessa Wendhausen Lima, UniSATC

Professora Centro Univerisitário UniSATC

Doutora em Ciências da Linguagem

Formada em Jornalismo e Letras

Arquivos adicionais

Publicado

2024-01-31

Como Citar

BORTOLATTO, B. G.; LIMA, V. W. ENTRE SIGNOS E SÍMBOLOS: UMA ANÁLISE SEMIÓTICA DO ÁLBUM TRANQUILITY BASE HOTEL & CASINO DOS ARCTIC MONKEYS. Revista Vincci - Periódico Científico do UniSATC, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 203–231, 2024. Disponível em: https://revistavincci.satc.edu.br/index.php/Revista-Vincci/article/view/332. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Comunicação e Linguagem