CARACTERIZAÇÃO DE CORPOS DE PROVAS DE AÇO INOXIDÁVEL 304L DEPOSITADOS POR PROCESSO DE MANUFATURA ADITIVA DE METAIS COM FUSÃO LOCALIZADA

Autores

Resumo

Processos de produção que visam mais agilidade, qualidade, precisão final e menor desperdício de matéria prima são buscados ano após ano, é o que demonstra a história através das revoluções industriais. Hoje vivencia-se a quarta revolução industrial, e um dos seus pilares é a manufatura aditiva, processo que visa a execução de peças com geometrias complexas através da adição de matéria-prima. No processo por metal depositado, o arame de solda é a matéria prima, portanto a escolha de materiais é ampla. O aço inoxidável é utilizado em inúmeras áreas e em várias aplicações, devido a suas ótimas características físicas e químicas. O objetivo deste trabalho é analisar o processo de manufatura aditiva validando mecanicamente a eficiência do aço inoxidável 304L depositado através de fusão localizada. A manufatura aditiva foi realizada através de metal depositado, formando uma parede com diversas camadas onde o metal adicionado é sobreposto ao anterior, executado através de um braço CNC com programação definida e movimento constante, encontrando os parâmetros ideias de máquina para o processo de deposição metálica. Verificou-se a execução de paredes de solda consistentes, com propriedades e dimensões suficientes para extração dos corpos de prova através de processos mecânicos, retirados em diferentes sentidos: paralelo, perpendicular e oblíquo aos cordões realizados, além de ensaios de tração com resultados de tensão máxima 15,8% maior, e dureza com valores 6,4% de diferença aos de referência do aço inox 304L, validando o método utilizado e o material resultante.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-08-19

Como Citar

FERREIRA, M.; DALEFFE, A.; COSTA, A. F. da; PERUCH, F.; FRITZEN, D. CARACTERIZAÇÃO DE CORPOS DE PROVAS DE AÇO INOXIDÁVEL 304L DEPOSITADOS POR PROCESSO DE MANUFATURA ADITIVA DE METAIS COM FUSÃO LOCALIZADA. Revista Vincci - Periódico Científico do UniSATC, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 268–291, 2022. Disponível em: https://revistavincci.satc.edu.br/index.php/Revista-Vincci/article/view/271. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Engenharias e Tecnologias